13/03/2018 - NO MÊS DA MULHER, 19 COISAS QUE FORAM INVENTADAS POR MULHERES

No âmbito da celebração do Dia da Mulher, relembramos 19 idéias que por ela foram concebidas. Da América à Hungria, estas mulheres são oriundas de diversas partes do mundo. Porém, há algo que as une: a genialidade. Fique a conhecê-las.

1. SERRA CIRCULAR
Tabitha Babbitt sugeriu que fosse usada uma serra circular, em vez daquela em que eram necessárias duas pessoas a empurrar para frente e para trás. Em 1813, Babbitt fez o protótipo, mas a patente não foi aceita, apesar de, na sua comunidade, a idéia ter começado a ser posta em prática.

2. LÂMPADA E TELESCÓPIO SUBMARINO
Apesar de não serem conhecidas muitas invenções suas, Sarah Mather conseguiu, em 1845, algo impressionante: a patente da lâmpada e do telescópio para os submarinos.

3. SINAIS DE FUMO PARA A MARINHA
Martha Coston encontrou um esboço da idéia num caderno do falecido marido. Durante cerca de 10 anos, trabalhou com cientistas e especialistas em pirotecnia para tornar os sinais de fumo no mar, uma realidade. Em 1859, quando foi patenteada, foi o marido de Coston que foi nomeado inventor.

4. O SACO DE PAPEL
Foi em 1868, na América, que Margaret Knight inventou uma máquina que tornava a parte de baixo dos sacos de papel quadrada. Antes desta invenção, os sacos assemelhavam-se a envelopes, não sendo tão práticos. Em 1871, Knight ganhou a patente do produto, após Charles Annan ter tentado 'roubá-la'.

5. BLOCOS ALFABÉTICOS
Foi Adeline D.T. Whitney que, em 1882, patenteou os blocos alfabéticos em madeira, de forma a ajudar as crianças a aprender a ler. Ainda hoje são usados.

6. SECRETÁRIA-CAMA
Criada por Sarah E. Goode, a secretária desdobrável transforma-se numa cama. Esta invenção maximiza o espaço em casa pequenas. Mais: em 1885, Goode tornou-se a primeira americana negra com uma patente nos Estados Unidos.

7. MÁQUINA DE LAVAR A LOIÇA
Josephine Cochrane inventou esta máquina e nunca a usou. Apenas o fez para facilitar o trabalho dos seus empregados. Em 1886, patenteou o produto, que incluía já uma funcionalidade de secagem de pratos semelhante àquelas que são hoje usadas.

8. O CAIXOTE DO LIXO COM PEDAL E AS PRATELEIRAS NA PORTA DOS FRIGORÍFICOS
Lillian Gilbreth era perita em aperfeiçoar objetos já existentes. No início dos anos 90, tornou os caixotes do lixo mais práticos ao adicionar-lhes um pedal, adicionou prateleiras às portas dos frigoríficos e ainda fez com que as latas fossem mais simples de abrir. No livro Cheaper by the Dozen, dois dos seus 12 filhos falam sobre as invenções de Gilbreth e do marido, Frank, em casa.

9. LIMPA PÁRA-BRISAS
Em 1903, Mary Anderson inventou um limpa pára-brisas manual, que foi recebido com alguma relutância por parte dos condutores, que não gostavam de ter de puxar uma alavanca, preferindo conduzir incomodados com a chuva a bater no vidro. Contudo, em 1917, outra mulher, Charlotte Bridgwood, inventou a versão automática da funcionalidade, apesar de também não ter sido logo aceita da melhor forma. Apesar de tudo, três anos depois, quando a patente de Anderson expirou, já os limpa pára-brisas eram utilizados por muitos, tendo sido a marca Cadillac a pioneira na sua implementação em carros.

10. MONOPÓLIO
Elizabeth Magie criou O jogo dos senhorios, como forma de divulgar o Georgismo, que defendia que cada um era dono daquilo que produzia, bem como que o valor das terras deveria ser distribuído de forma igualitária. Magie patenteou o jogo de tabuleiro em 1904 e divulgou-o em 1906. Contudo, quase três décadas depois, Charles Darrow alterou o tabuleiro e parte das regras e vendeu-o como Monopólio aos irmãos Parker que compraram a patente do jogo original a Magie.

11. TRELA EXTENSÍVEL
Em 1908, a americana Mary A. Delaney patenteou a primeira trela extensível para cães, como forma de responder à necessidade que ela mesma sentia. A idéia era controlar e, ao mesmo tempo, dar alguma liberdade aos seus cães.

12. VIDRO INVISÍVEL
Katherine Blodgett, a primeira cientista da General Electric, descobriu uma forma de transportar finas camadas de monomoléculas para o vidro e metal, em 1935. Assim, criou um vidro sem reflexos ou distorções, revolucionando todo um monopólio de objetos, como câmaras, microscópios, óculos entre outros.

13. COMPUTADOR
Grace Hopper é um dos grandes nomes quando o tema é tecnologia. Foi ela que, junto a Howard Aiken, inventou o primeiro computador, do tamanho de uma sala, em 1944. Em 1959, Hopper fez ainda parte da equipe que inventou uma das primeiras linguagens de programação modernas, COBOL.

14. CASA SOLAR
Esta consiste numa casa auto-sustentável, que tira partido do sol para funcionar. A primeira casa 100% solar foi criada em 1947, pela bioquímica Maria Telkes. A cientista Húngara inventou o primeiro gerador de energia termoelétrica e, em conjunto com a arquiteta Eleanor Raymond, criou a Dover House, na forma de um prisma triangular, utilizando uma mistura de sal com ácido sulfúrico, conseguiu manter a casa quente em dias frios.

15. FRALDAS DESCARTÁVEIS
Marion Donovan patenteou, em 1951, uma fralda com exterior à prova de água, feito com cortinas de banheira. Marion acabou por vender a patente, por quase 1 milhão de euros, à corporação Keko, que, uns anos depois, criou um modelo totalmente descartável.

16. A ESCALA DE APGAR
A Dra. Virginia Apgar começou, em 1952, a avaliar recém-nascidos minutos após o seu nascimento para verificar se necessitavam de alguma intervenção urgente. Cerca de uma década depois, este método foi classificado como Apgar: aparência, pulso, careta (grimace, em inglês), atividade e respiração.

17. IMPERMEABILIZADOR CONTRA NÓDOAS
Em 1952, a química Patsy Sherman criou um spray impermeável ao tentar remover uma nódoa que caíra nos sapatos da sua assistente. Sem alterar a cor dos materiais, este impermeável protege da água, óleos e outros líquidos. Sherman e o seu sócio, Samuel Smith, chamaram o líquido de Scothguard, sendo ainda hoje muito popular nos Estados Unidos.

18. CORRETOR LÍQUIDO
Após várias experiências na cozinha de sua casa, Bette Nesmith Graham usou, em segredo, uma fórmula com corante branco para emendar os seus erros ortográficos. Em 1958, patenteou a marca Liquid Paper e, em 1979, a Gillete comprou a empresa por quase 40 milhões de euros.

19. KEVLAR
O Kevlar refere-se a uma fibra sintética muito leve, mas cinco vezes mais resistente do que o ferro. Stephanie Kwolek foi quem, de forma acidental, a inventou, quando tentava aperfeiçoar uma fibra mais leve para os pneus dos carros. Conseguiu a patente em 1966.

Fonte: http://activa.sapo.pt

< voltar

Quais as formas de proteção da criação intelectual??

LEALVI MARCAS E PATENTES Av. Ipiranga, 607 Conj. 203 - Porto Alegre - RS - Fone/Fax: (51) 3219 2961 / 3219 3750 | Créditos